Amom inicia fase de testes de aplicativos para fiscalização do transporte e de buracos em Manaus

“Amônibus” e “Buracômetro” permitirão que população envie denúncias sobre o funcionamento do transporte coletivo e sobre os problemas de infraestrutura da cidade


O vereador Amom Mandel (Cidadania) anunciou nesta terça-feira (26/04) o início da fase de testes de dois novos aplicativos, que serão disponibilizados de maneira gratuita para Manaus. O primeiro app é para fiscalização dos ônibus de Manaus: o “Amônibus”, para incentivar a população a fiscalizar o transporte público coletivo de Manaus e buscar soluções efetivas para os problemas de mobilidade urbana.


Com o aplicativo, relatórios mensais serão enviados pela equipe parlamentar à Prefeitura de Manaus, elencando os problemas do transporte coletivo para que sejam tomadas as providências. A ideia é, segundo o parlamentar, “que os usuários do sistema sistema de transporte público possam ter a facilidade de realizar denúncias com o próprio celular, de qualquer lugar da cidade”.


“Manaus não tem um canal fácil para reclamações. Hoje grande parte da população possui acesso a celulares. O aplicativo vai receber fotos, vídeos e relatos dos usuários e encaminhar automaticamente para o poder público tomar ciência dos problemas. Se o problema era a não formalização das denúncias, isso será resolvido com ajuda de quem realmente sofre na pele com esse sistema precário de transporte: a população”, explicou Amom Mandel.


Buracômetro


O Amônibus é o primeiro de uma série de aplicativos que serão lançados por Amom Mandel. O parlamentar adiantou que a população também terá acesso ao “Buracômetro” em breve, onde poderão realizar denúncias de ruas esburacadas. Por meio do aplicativo, o usuário poderá realizar denúncias de buracos pela cidade, com informações como endereço e envio de fotos. O sistema será similar ao Amônibus e as denúncias dos cidadãos também serão encaminhadas à Prefeitura.


Segundo o parlamentar, com o envio das denúncias de buracos na cidade será feito um mapeamento para que haja informações reais e atualizadas de quantas ruas de Manaus precisam de asfaltamento.


“O que for necessário ser feito para facilitar a vida da população, dando aos populares o poder de fiscalização, será feito dentro de uma programação montada por mim e minha equipe.O cidadão de Manaus ganha agora o poder de exercer a cidadania e o poder de saber de forma clara e transparente, após a submissão das informações, quais ruas com mais problemas de infraestrutura e comparar com a propaganda da Prefeitura. Como eu sempre digo, fui eleito para fiscalizar, mas o povo também é fiscal. Vamos unir”, finalizou Amom Mandel.


Outro app, que se chama “Buracômetro”, será uma plataforma para o monitoramento dos buracos e demais problemas de infraestrutura na cidade, que terá a mesma base de projeto do Amônibus.


“O buracômetro vai ser um canal de denúncias para que moradores da cidade possam enviar fotos, vídeos e relatos de ruas, becos, travessa e avenidas que estejam com problemas de infraestrutura. Esses dados serão alocados em uma base e depois disponibilizadas para todas as autoridades e populares”, explicou Amom.


Financiamento e voluntários


Segundo o parlamentar, para a confecção do aplicativo foi contratada uma empresa especializada, paga com o aumento salarial que passou a valer a partir de janeiro deste ano. Todas as informações sobre Transparência, como os valores e contratos, serão disponibilizadas no site gabinetedoAmom.com. O desenvolvimento dos aplicativos é feito também com a participação de uma equipe de dezenas de voluntários, convidados há cerca de 3 meses pelas redes sociais do vereador.


Parte das propostas de campanha de Amom englobavam o desenvolvimento ou a indicação à Prefeitura para a criação de aplicativos e sistemas para a melhoria do transporte, infraestrutura e saúde na capital amazonense, um investimento com tecnologia necessário para o desenvolvimento de Manaus. Com o lançamento do “Amônibus” antes da metade do mandato, o que foi apresentado na campanha passa a sair do papel e levantar especulações sobre o que ainda deve ser lançado no futuro.


Quem pode participar


Terão prioridade de acesso à fase experimental do aplicativo os usuários inscritos no formulário disponibilizado nas redes sociais do parlamentar. Ao realizar a inscrição, o usuário passa a fazer parte também do abaixo-assinado para melhorias no transporte coletivo que fará parte do dossiê que será entregue ao Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) nas próximas semanas, com denúncias sobre irregularidades nas concessionárias do transporte coletivo.


Nenhum outro critério além da inscrição no formulário foi divulgado. Segundo a equipe de desenvolvimento, a partir do convite inicial das primeiras duas mil pessoas e da contribuição destas, poderão ser feitas melhorias na funcionalidade antes do lançamento definitivo. A quantidade de usuários será gradativamente aumentada até que toda a população possa baixar o aplicativo sem nenhum tipo de empecilho.


Amom afirmou que cobrou da Prefeitura de Manaus um sistema semelhante, a proposta foi enviada via Indicação, mas não houve mobilização do Executivo municipal. Ainda assim, o parlamentar se diz à disposição para firmar uma parceria para tornar o aplicativo oficial do município, caso seja de interesse da Prefeitura.


“Nós vamos disponibilizar à Prefeitura os dados quanto à programação do aplicativo para que possa incorporar e tornar o aplicativo oficial do município, se assim o quiser. Muitas das vezes fica claro que a falta de ação atrasa Manaus. Eu indiquei ao prefeito que o sistema fosse criado. Não tivemos respostas. Mas isso não me desmotivou, de modo contrário, procurei voluntários e iniciamos o processo de criação. Ganha Manaus”, explicou o vereador Amom.


Dossiê


O transporte público de Manaus apresenta diversos problemas há anos. Pensando nisso, Amom reuniu as inúmeras irregularidades em um dossiê, com denúncias dos gastos realizados pela Prefeitura de Manaus, contratos, impasses judiciais e relatos dos cidadãos. Todo material será apresentado à sociedade e aos veículos de imprensa ainda no primeiro semestre deste ano.


Foto: Robervaldo Rocha - CMM


Leia mais: https://portalmanaos.com.br/2022/04/26/manaus-amom-mandel-inicia-fase-de-testes-de-aplicativos-que-irao-fiscalizar-o-transporte-publico-e-buracos-na-capital/



4 visualizações