top of page
Buscar

Amom prorroga data para análise de propostas do edital participativo de emendas orçamentárias

Parlamentar divulgou que mais de 200 propostas estão sendo analisadas. Edital deve destinar um total de R$ 10 milhões em emendas


Amom foi o único parlamentar do Amazonas a realizar processo de seleção para destinação de emendas. Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados


O deputado federal Amom Mandel (Cidadania-AM) anunciou a prorrogação da fase de análise orçamentária e de mérito dos projetos enviados para o 1° edital participativo de emendas orçamentárias do Amazonas. O resultado dessa fase seria divulgado na última segunda-feira (11/09), porém foi prorrogado para o próximo dia 25, para que seja feita uma análise criteriosa de todas as propostas recebidas.


O processo de análise verifica a viabilidade orçamentária para a execução dos projetos apresentados e outros pontos definidos no edital. Essa é a primeira vez que um deputado federal do Amazonas realiza um processo de seleção para destinação de emendas individuais. O parlamentar comemorou a quantidade de propostas recebidas e justificou a prorrogação do resultado final.


“Estamos muito felizes com o retorno da população. Ao todo, recebemos mais de 200 inscrições de projetos em diversas áreas e prorrogamos o prazo para que todos os projetos recebam a mesma atenção e cuidado. Acreditamos que a população deve participar ativamente do nosso mandato e a criação do edital teve esse objetivo”, declarou o parlamentar.


Entre os dias 26 de setembro e 3 de outubro, a população poderá selecionar os projetos que devem receber as emendas. A votação ocorrerá por meio do aplicativo “Buracômetro”, disponível gratuitamente para smartphones com sistemas Android e IOS. O resultado final da seleção será divulgado nas redes sociais e no site do parlamentar no dia 4 de outubro.


Foram recebidos 208 projetos, sendo educação a área temática com maior quantidade de propostas: 95. Seguindo o ranking, está a área da saúde, com 36 propostas; desenvolvimento socioeconômico, com 27; defesa do cidadão, com 26 e meio ambiente com 24. Serão selecionados projetos que somem até R$ 10 milhões em emendas individuais, com execução orçamentária prevista para 2024.


De acordo com Amom, o objetivo é levar transparência ao processo de destinação das emendas parlamentares. “É importante que a população saiba para onde vai o dinheiro que sai do bolso de cada um de nós. Uma das etapas principais é a participação popular, então o cidadão que estará votando ali fará parte dessa seleção também. Nós vamos analisar criteriosamente cada projeto e também teremos a análise feita por consultores”, explicou.


Déborah Arruda - Assessoria de Comunicação

Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados


1 comentario


Nelson Ponce de Leão
Nelson Ponce de Leão
13 sept 2023

Eu realmente havia perdido as esperanças na política nacional, vossa excelência tem dado outra "cara" à nova política.

Me gusta
bottom of page