Amom classifica como “absurdo” reajuste do IPTU anunciado pela prefeitura de Manaus



Vereador se disse surpreso com aumento de até 40% do imposto para comerciantes que estão impactados pelo fechamento do comércio na capital. Prefeitura pretende arrecadar R$ 470 milhões tributando 542 mil imóveis


O vereador Amom Mandel (PODE) disse na noite desta sexta-feira (12/02) que está negativamente surpreso com o reajuste do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para área comercial, em Manaus. "É inimaginável que em um momento economicamente ruim para todo comércio e para os trabalhadores por conta da Pandemia, a Prefeitura de Manaus queira cobrar um IPTU 40% mais caro. Não medirei esforços para impedir essa agressão ao bolso do contribuinte.”, afirmou Amom.


O IPTU cobrado este ano traz em suas bases um complexo cálculo, que usa espaço físico e área predial de propriedade do contribuinte, que após somadas a índices econômicos podem apresentar variações que chegam a mais de 40%, no valor final do imposto, em relação ao cobrado em 2020.

“Manaus já é a capital com a maior taxa de desemprego do país, esse IPTU, da maneira que está, poderá se transformar no imposto do desemprego.”, disse Amom Mandel.

O vereador Amom Mandel foi procurado por empresários de diversos segmentos, que sofrem com a queda nas vendas por conta do fechamento de seus pontos comerciais. Os empresários se mostraram surpresos e revoltados com o a tabela proposta pela Prefeitura de Manaus.


Ao saber do assunto e analisar documentos apresentados, Amom solicitou um estudo rápido de sua assessoria e planeja medidas jurídicas para barrar o reajuste. “É claro que medida jurídica seria um passo mais duro, penso que se o prefeito for sensível ao momento que todos vivem, pode simplesmente revogar esse reajuste. Porém, se isso não ocorrer, não há outra alternativa a não ser a via judicial”, disse o vereador Amom Mandel.


Para este ano, a Semef tributou 542,7 mil imóveis e isentou 49,8 mil do pagamento do IPTU, o que deve gerar uma receita de R$ 470 milhões para a prefeitura de Manaus. A cota única do IPTU com desconto é válida para pagamento até o dia 15 de abril. O contribuinte também poderá optar pelo pagamento em até nove parcelas, sem abatimento no valor principal.



Imagem: Divulgação



Assessoria Amom Mandel

Mário Marinho

92 98220-1006

12 visualizações